SOBRE O ARTEPRAIA


sobre Us

ArtePraia

O campo de contribuição do ArtePraia é fazer aproximações possíveis da arte contemporânea com a população, quanto utiliza sítios não legitimados do Fazer Arte e Apreciar Arte. A aposta é que na praia as pessoas possam provocar, nelas mesmas, situações mais reflexivas do que as que vivenciam em lugares como uma sala de exposição ou um museu, por exemplo. Na praia, as pessoas estão relaxadas e podem se aproximar das Obras sem impedimentos preconcebidos.

As ações do ArtePraia terceira edição contam com a participação de artista convidado, publicações, registros em foto e vídeo e diálogos. Esta edição do projeto é uma realização do Ministério da Cultura, Governo Federal e conta com o patrocínio do Banco Itaú através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e Apoio Cultural do Itaú Cultural. O ArtePraia é um projeto da Casa da Ribeira.

Além das intervenções inéditas, sete ações realizadas nas edições anteriores do ArtePraia foram convidadas para integrar a programação através do Concurso Cultura 2014, do Ministério da Cultura e Governo Federal.

ARTISTAS E OBRAS



ARTISTAS SELECIONADOS POR EDITAL/PROJETOS

Coletivo Indigestão/ Caldo de Carne (MG)


Com uma proposta antropofágica, o coletivo realizará um happening na praia do Meio. Banhistas e curiosos serão convidados a se refrescar em uma piscina gigante de plástico, que se transformará num grande ensopado de gente quando o coletivo começar a adicionar ingredientes, temperos e condimentos nesse caldeirão, com direito a música para embalar essa cozinha à beira-mar.

Onde: Praia do Meio Quando: 20, 21 e 22 de junho

Coletivo Praias do Capibaribe/ Rizoma (PE)


O coletivo propõe uma vivência lúdica sob as águas do Rio Potengi, com uma bolha inflável de plástico, aonde as pessoas podem adentrar e experimentar a paisagem do rio por um novo ponto de vista. O registro fotográfico dessa ação será mostrado na praia da Redinha num espaço de convivência para estimular conversas sobre consciência ambiental e ativar a relação entre as pessoas e o lugar.

Onde: Praia daRedinha Quando: 13, 14 e 15 de junho

Glayson Arcanjo/ ParAmar (GO)


O projeto ParAmar utiliza a superfície da praia como um grande caderno a céu aberto. Para realizar esta intervenção o artista irá coletar informações sobre as pessoas e o mar, e criar frases/poesias que serão disponibilizadas para o público preencher com areia os quatro tamanhos de formas de alfabetos, e criar novas palavras na orla da praia, como nas brincadeiras infantis com baldes de areia.

Onde: Praiasde Ponta Negra, Forte e Redinha Quando: 20, 21 e 22 de junho

Guga Ferraz/ Volta para o mar Oferenda (RJ)


O artista construirá um tobogã com sacos de areia e uma grande lona na beira da praia. A ideia é proporcionar um deslizar na paisagem e provocar um contato corpo-a-corpo da obra com o público em geral, incitar reflexões acerca do objeto como obra de arte, e criar relações afetivas com a praia, fugindo da objetividade do dia-a-dia.

Onde: Praia de Ponta Negra Quando: 13, 14 e 15 de junho

Igor Vidor/ dois por dois (RJ)


O artista criará pares de piscinas quadradas (2x2) em baixo e alto relevo com a areia da praia. As piscinas serão preenchidas com água do mar e será possível adentrar para o banho. As de alto relevo serão construídas com a areia retirada das de baixo relevo e dispostas exatamente ao lado uma da outra, causando alteração na paisagem e um possível estranhamento ocasionado pelas formas tão exatas da obra.

Onde: Praia do Forte Quando: 20, 21 e 22 de junho

Joelson Bugila/ Plantação da Forma do Vento (SC)


Uma plantação de 1350 “macarrões” de espumas/bóias coloridas serão "plantados" na areia da praia, e como num canavial de formas, cores e movimento, o público apreciador terá a liberdade de transitar pelos corredores formados propositalmente entre a obra e interagir com os objetos.

Onde: Praia do Forte Quando: 13, 14 e 15 de junho

ARTISTAS CONCURSO CULTURAL 2014

ARTISTA CONVIDADO

Fernando Limberger (SP)


Paleta Complementar, trabalho efêmero especialmente criado para ser montado na Praia do Forte, em Natal, estabelece uma relação direta com o ambiente daquele local. Durante o período de aproximadamente 12 horas, entre as marés baixa e alta, três círculos coloridos de 10m de diâmetro são desenhadosna areia da praia ordenados triangularmente. O trabalho montado sofrerá alterações impostas pelo ambiente, sejam elas efeitos dos movimentos naturais, como o vento e o mar, como também pelas pessoas que usufruem daquele espaço.


Chrys Silva/ compre seu Espaço na Praia (RN)


Com um megafone a artista venderá espaços na areia da praia por R$ 0,50. Ao aceitar a proposta o comprador deita na areia, deixando as marcas do contorno do seu corpo. A artista reforça esses limites com tinta guache atóxica. Ao finalizar uma placa será instalada com o nome do proprietário. O contrato efêmero terá o exato tempo do avanço do mar sobre o terreno comprado.

Onde: Praias do Meio e Forte. Quando: 20, 21 e 22 de junho.

Coletivo Lamparina/ Inviabilidades (RN)


A opção do coletivo será de construir acessos inviáveis: escadas e rampas feitas com areia. Os objetos ganharão, enfim, contornos muito próximos daqueles objetos reais que poderiam estar ali para facilitar o acesso. Alguns pedestres poderão tentar utilizar os objetos de areia em sua possível inviabilidade.

Onde: Praia de Ponta Negra Quando: 13, 14 e 15 de junho

Coletivo LATE / #morrodocareca (RN, PB e DF)


O coletivo fará uma intervenção em projeção em interface com o Twitter no Morro do Careca, cartão postal da cidade, que há dez anos está interditado para subida. As pessoas poderão utilizar a plataforma da rede social na web para projetar mensagens e imagens no morro com uso da #morrodocareca. Ainda com o recurso de uma composição algorítmica, serão produzidos sons, também ativados por essa interação.

Onde: Praia de Ponta Negra Quando: 13, 14 e 15 de junho

Jean Sartief/ Mensagem pra você (RN)


Garrafas com mensagens lançadas ao mar, imagens frequentes no nosso imaginário. O artista utiliza esse imagético, mas dessa vez para dispositivos de trocas de mensagens feitas através de papéis dentro de garrafas dispostas na areia da praia. Longos percursos elaborados com uma centena de garrafas.

Onde: Praia da Redinha Quando: 20, 21 e 22 de junho

Rita Machado/ Entrelinhas e peixes (RN)


Os causos da praia Ponta Negra serão revelados, como numa brincadeira de criança, na pescaria de peixinhos com sensores magnéticos que serão dispostos na areia da praia. Ao “pescar” esses peixinhos, feitos de material reciclado, o dispositivo permitirá que o público possa escutar uma história de pescador.

Onde: Praia de Ponta Negra Quando: 20, 21 e 22 de junho

Sofia Bauchwitz/ Ventemos (RN)


Tecidos amarrados ao corpo. Corpos conectados ao vento. Corpo em uma paisagem. Criação da paisagem com o corpo. Corpos que formarão o próprio espaço em uma possível “nova” paisagem.

Onde: Praia do Meio e Ponta Negra Quando: 13, 14 e 15 de junho

PROGRAMAÇÃO


Praias/Dias 13 14 15
Meio Sofia Bauchwitz (Ventemos)
Ponta Negra

Coletivo LATE (#morrodocareca)

Sofia Bauchwitz (Ventemos)

GugaFerraz (Voltapara o Mar Oferenda)

ColetivoLamparina (Inviabilidades)

GugaFerraz( Voltapara o Mar Oferenda)

Coletivo LATE (#morrodocareca)

ColetivoLamparina (Inviabilidades)

GugaFerraz( Voltapara o Mar Oferenda)

Coletivo LATE (#morrodocareca)

ColetivoLamparina (Inviabilidades)

Sofia Bauchwitz (Ventemos)

Forte JoelsonBugila (Plantação da forma do vento) JoelsonBugila (Plantação da forma do vento)

Limberger (Paletacomplementar)

JoelsonBugila (Plantação da forma do vento)

Redinha ColetivoPraias do Capibaribe (ProjetoRizoma) ColetivoPraias do Capibaribe (ProjetoRizoma) ColetivoPraias do Capibaribe (ProjetoRizoma)
Praias/Dias 20 21 22
Meio

ColetivoIndigestão (Caldo de Carne)

Chrys Silva (compreseuEspaçona Praia)

ColetivoIndigestão (Caldo de Carne)

Chrys Silva (compreseuEspaçona Praia)

ColetivoIndigestão (Caldo de Carne)

Chrys Silva (compreseuEspaçona Praia)

Ponta Negra

Rita Machado (Entrelinhas e Peixes)

GlaysonArcanjo (ParAmar)

Rita Machado (Entrelinhas e Peixes)

Rita Machado (Entrelinhas e Peixes)

Forte Igor Vidor (doispordois) Igor Vidor (doispordois)

Igor Vidor (doispordois)

GlaysonArcanjo (ParAmar)

Redinha Jean Sartief (Mensagempravocê)

Jean Sartief (Mensagempravocê)

GlaysonArcanjo (ParAmar)

Jean Sartief (Mensagempravocê)

FOTOS


CONTATO DA CASA DA RIBEIRA


ENDEREÇO

Rua Frei Miguelinho, 52, Ribeira, Natal/RN.
CEP: 59012-180

TELEFONE

(84) 3211-7710
casa@casadaribeira.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

Casa da Ribeira
http://www.casadaribeira.com.br/